Consumidor pós pandemia: Principais mudanças do perfil do consumidor

Sua caixa de entrada não será mais a mesma!
Receba os conteúdos mais recentes e fresquinhos da OCA Comunica, direto no seu e-mail

A pandemia de Covid-19 que pegou  muita gente de surpresa no ano de 2020, fez com que todos, principalmente os empreendedores, se reinventassem, para continuar lucrando e sobrevivendo com os seus comércios físicos fechados. Isso mudou completamente a rotina, o consumo, o estilo de vida e criou o que chamamos de consumidor pós pandemia. Hoje vamos entender mais sobre este assunto.

A forma de comprar e principalmente de trabalhar mudou e muito.  Os escritórios passaram a ser em casa, o que explodiu a modalidade home office, já as compras passaram a ser quase que 100% de maneira online.

Mas afinal, será que o “pós pandemia” irá apresentar mudanças? 

Para entender esse fator, é preciso entender como as pessoas estão comprando e quais os setores mais estão consumindo. 

Para saber mais, continue a leitura até o final. 

Vamos lá!

Principais sentimentos dos consumidores na pandemia

O “novo normal”, trouxe junto mistos de sentimentos coletivos, e difíceis de se entender. 

Nunca foi visto uma mudança no comportamento dos consumidores, como a vivida em 2020.

Esse conjunto de novos sentimentos, faz com que os consumidores repensem sobre os aspectos da vida. 

Uma pesquisa realizada pela WGSN Insight, apresentou o comportamento do consumidor do futuro em 2022. 

Com isso, sentimentos se destacaram, sendo eles:

#1 Medo

O medo é caracterizado pelas incertezas financeiras, o que caracteriza o sentimento como um unificador de nossos tempo. 

Isso ocorre pois com a pandemia, muitas empresas faliram, deixando caixas vazios e a situação financeira alarmante.

#2 Dessincronização social

Ligado a novas rotinas, em espaços como casa, trabalho e escola. 

Existe uma conexão com outras pessoas, mas, sem momentos de união, o que é importante para o desenvolvimento humano. 

Ou seja, as pessoas continuaram fazendo as mesmas coisas, porém em tempos diferentes, evitando por exemplo, aglomerações.

#3 Resiliência equitativa

Refere-se à capacidade de resistir e se adaptar às mudanças. 

De forma simples, manter emoções e pensamentos sob estresse, o que impede de trabalhar as emoções negativas, abrindo espaço para aceitação emocional.

#4 Otimismo radical

É esperado que no pós-pandemia exista uma maior aceitação emocional, permitindo sentimentos relacionados a todas as emoções, independente se são boas ou ruins. 

O otimismo radical, aparece como um sentimento para proporcionar força e superação.

Como será o consumidor pós pandemia

Uma coisa é certa, a Covid-19 mudou de forma drástica o comportamento do consumidor.

Promovendo novas prioridades de compras, mudando as jornadas dos clientes e aumentando as compras pelo e-commerce.

Esse modelo apresentou um aumento mundial de 27,6%.

Dessa forma, a compra online é um tema relevante. 

E as ações de inbound marketing tem que levar em consideração aquilo que os consumidores abordam.

No entanto, o confinamento, distanciamento social, fechamento de shopping, bares, restaurantes e estabelecimentos sociais fazem com que os consumidores mudem algumas maneiras de compra. 

Então, podemos esperar um perfil mais reservado e que dê preferência para comprar online do que se deslocar até um ponto físico.

Perfil do consumidor: estabilizador, comunitário e otimista

A chegada do 5G e o boom de vendas on-line e por aplicativos, fará com que 2022 tenha em média 30 bilhões de dispositivos conectados a nível global.

O que é três vez mais do que a população humana.

Muito se especula sobre o perfil do consumidor e como será o seu relacionamento com empresas. 

O avanço da tecnologia acelerada por conta da pandemia de coronavírus, fez com que entender esses perfis se tornasse algo fundamental para o mercado. 

Esses perfis são:

  • Estabilizador: são aqueles que se sentem cansados e sobrecarregados, então priorizam a estabilidade, tranquilidade e principalmente, a praticidade. Desejam produtos que o façam sentir bem. O grupo parte de sentimentos como ansiedade, medo e incerteza na hora de escolher marcas;
  • Comunitário: acostumados com um estilo de vida mais agitado, querem sempre estarem ativos onde vivem. Esse perfil, busca se reunir em grupos físicos e digitais, para assim terem fortes questões de localidades, mantendo as raízes da sua origem;
  • Otimista: um perfil aventureiro e que não enfrenta problemas da hora de defender as suas crenças, agindo sempre de maneira positiva. No quesito consumo, compartilham e celebram com seus pares otimistas. É o perfil mais diverso e mantém a inclusão e conectividade no topo da lista de prioridades.

Mesmo após entender os perfis dos consumidores, será necessário ter atenção com a comunicação com esse público.

As ações de marketing e de publicidade, como o envio de newsletters ou as campanhas promocionais, precisarão ser mais assertivas e coerentes. 

Então, as informações precisam seguir os perfis dos consumidores, para que o alcance seja significativamente bom e sincero.

Setores com oportunidades com o novo perfil de consumidor

Esse cenário de mudanças fez com que as pessoas se sentissem sobrecarregadas, buscando novas maneiras para passar por esse momento. 

A verdade é que, no pós-pandemia, alguns setores irão se destacar mais que os outros.

Ao entender o contexto, as empresas podem trabalhar melhor internamente. 

Inclusive nas ações de marketing de conteúdo e pauta das postagens no mês. 

São eles:

#1 Esporte e bem-estar

Mesmo com a pausa do futebol, surgiu a urgência da prática de atividades físicas por conta dos consumidores para buscarem um bem-estar, promovendo saúde física e mental. 

Essas atividades realizadas em casa, trouxeram oportunidades para professores darem suas aulas online.

#2 Moda e beleza

Com as restrições de vida social, os consumidores passaram a se cuidar mais em casa, o que aumentou a busca por produtos de skincare e cabelo. 

Afinal, a aparência faz tão bem quanto manter a forma e o sono em dia.

Uma coisa é certa, com quase toda população brasileira vacinada, as coisas já estão voltando à normalidade. 

O que nos resta é esperar e continuar nos adaptando aos perfis consumistas, até porque, são eles os responsáveis por manterem a economia funcionando perfeitamente. 

Sabendo desse cenário, baixe nosso e-book gratuito que vai te ajudar a preparar sua estratégia digital para a retomada depois da pandemia

Compartilhe esse conteúdo:

Categorias:

Últimos Posts

Receba nossas novidades