CONTEÚDO, SOCIAL

Como criar conteúdo para sua marca

Se você tem dúvidas por onde começar a criar conteúdo para sua marca, nós podemos te ajudar!

Primeiramente vamos deixar claro que: conteúdo é informação que pode ser entregue em diversos formatos, como vídeos, fotos, memes, áudios, planilhas, e-books, artigos, exercícios e muitos outros.

Seu conteúdo se transforma na voz da sua empresa, e a marca é construída pelo sucesso ao fazer marketing para seus consumidores, já que a pessoa que você é online é a pessoa que você é como negócio.

Mas não se engane: não basta sair criando textos aleatórios! Eles precisam seguir algumas regras antes de serem criados. Para começar a criação de conteúdo, é preciso atender a um objetivo específico e os conteúdos precisam estar alinhados com a sua marca, gerar sustentabilidade para o seu negócio e ter constância, autenticidade, além de seguirem uma estratégia de criação e divulgação.

Na hora de construir sua imagem, tudo o que você diz, faz e escreve deve ser consistente com a sua personalidade, seus valores e sua paixão. A chave é ser autêntico! Se você é um iniciante no momento em que começa a construir sua imagem, mostre que você está começando. Começar com algo pequeno e crescer com o tempo é uma estratégia muito melhor do que começar fingindo que você sabe tudo.

Para te ajudar nesse caminho, nós, da OCA COMUNICA separamos alguns passos que você deve seguir para começar a construir seus conteúdos:

1- Defina seu público-alvo: ao ter isso definido você será capaz de entender as necessidades e questionamentos da sua audiência.

2- Faça um lista com ideias de assuntos que poderão ser abordados e em quais formatos serão distribuídos (vídeo, texto, e-book, etc…): a melhor maneira de determinar esses conteúdos é fazendo pesquisas diárias, procurando sempre as melhores oportunidades e formatos.

3- Procure as palavras-chave ideais para sua marca: não importa o tipo de conteúdo que você vai criar, é muito importante determinar as palavras-chave que melhor o representam.

4- Acompanhe empresas semelhantes e seus concorrentes: sites e canais de outras empresas podem te ajudar a analisar como o mercado reage ao conteúdo produzido por eles.

No final, conversar com sua equipe, fazer testes e analisar o melhor resultado para sua marca pode ser o início de um grande sucesso! 🙂

Como criar um calendário de conteúdo para redes sociais
CONTEÚDO, SOCIAL

Como criar um calendário de conteúdo para redes sociais

Criar conteúdo para sua marca é uma tarefa importantíssima, e muitos gestores não compreendem a sua importância. Este post vai esclarecer as dúvidas principais sobre o tipo de conteúdo que você precisa trabalhar nas suas mídias sociais e como criar um calendário para trabalhar seus posts em cada mídia social.

Antes de começar: Você sabe qual mídia social vai trabalhar?

Sim, essa pergunta é uma das mais importantes. Se você não sabe exatamente qual mídia social vai escolher e está pensando no facebook ou instagram apenas porque disseram que você precisa estar lá, vamos pensar novamente: onde o seu cliente está? Sabemos que praticamente o mundo inteiro usa o facebook (ou alguma outra rede social do tio mark), porém, as mídias sociais são feitas para se relacionar com pessoas e marcas, obter informações e para entretenimento. Para a sua marca estar lá ela precisa estar disposta a fazer este tipo de conteúdo: entretenimento, informação, relacionamento (e venda, claro). Mas a venda é apenas um pequeno fragmento do que é possível obter através das mídias sociais.     Agora que você já decidiu qual rede, vamos para o próximo ponto:      

O que devo postar?

A primeira regra das mídias sociais é que: não há regras. Sim, parece piada, mas na realidade, tudo é questão de teste. Seu público pode ser igualzinho ao do seu concorrente, mas na sua fanpage ele pode agir de forma diferente, tendo resultados bem distintos ao seu concorrente. Então, a melhor forma de garantir que a estratégia dará certo é testando. Vamos falar um pouco mais sobre isso.

– Fale sobre o problema que a sua marca resolve. Já falamos algumas vezes que a melhor forma de ser lembrado pelo seu cliente é resolvendo o problema dele. Quando você tem clareza no objetivo do seu produto ou serviço, fica muito mais fácil abordar as soluções.

  • Uma contabilidade pode falar sobre leis e direitos do trabalhador
  • Uma loja de móveis e UD pode falar sobre decoração
  • Um estúdio de estética pode dar dicas para cuidar melhor da pele

– Se você está pensando que isso não vai fazer você vender seu produto, pense melhor. Não é sempre que seu cliente em potencial está preparado para comprar. Na realidade, existem muitos setores que a compra está relacionada mais à uma jornada de aprendizado (a chamada Jornada de Compra) do que relacionado à compra por impulso.

Aliás, precisamos falar um pouco sobre o consumidor cada vez mais informado e “blindado” pelas estratégias de compra por impulso. Vale muito mais você mergulhar na estratégia de trazer conhecimento sobre a necessidade do seu produto / serviço e vender com recorrência que, com postagens promocionais, atrair apenas uma pequena parcela de clientes que já estão preparados para comprar, mas talvez não estejam prontos para ser seu cliente.

Com qual frequência?

Teste. A dica na realidade vale para a frequência que sua equipe puder suprir: uma vez por semana, duas. A diferença está no volume que você pode se comprometer a produzir. Se o seu formato é vídeo, quantos vídeos (com qualidade) você consegue produzir. Se é texto, qual o nível de esforço necessário que você empregará para a produção destes textos num blog, por exemplo. E, claro, teste os resultados. Sem medição, não há aperfeiçoamento.

Ajudinha para começar

Estamos quase no fim do ano, mas o calendário de datas sazonais certamente será útil para você. Acesse nosso calendário e pense: dentro do seu segmento, qual data comemorativa posso absorver e criar conteúdo?

Bom conteúdo para você!

Gisela Santana 

Coordenadora de conteúdo digital

Clique na imagem acima ou acesse os stories do instagram da @ocacomunica 
DIGITAL, SOCIAL

Vender pelo instagram ficou mais fácil

[et_pb_section fb_built=”1″ admin_label=”section” _builder_version=”3.0.47″][et_pb_row admin_label=”row” _builder_version=”3.0.47″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”3.0.47″ parallax=”off” parallax_method=”on”][et_pb_text admin_label=”Text” _builder_version=”3.0.47″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”] Que o Instagram é a ferramenta mais funcional para quem vende no varejo, isso não é novidade. E as funcionalidades não param: a novidade mais quente do momento é que agora, os perfis comerciais poderão marcar produtos diretamente na foto. Com essa nova possibilidade, descubra boas estratégias para começar a vender produtos e serviços utilizando a rede social.

Como começar a vender pelo Instagram?

O início do processo é simples, mas a estratégia em torno da rede social é que fará a diferença na venda. Originalidade é a melhor estratégia para vender seu produto ou serviço, criando engajamento com as suas personas. Vale lembrar que originalidade não é sinônimo de grandes investimentos, ok? Uma ideia original, bem aplicada, vale muito mais que investir muito para fazer o mesmo que todos fazem. Lembre-se: a originalidade não tem concorrência.

Utilize a prova social 

Sabe quando seu cliente começa a comprar seu produto e mostra uma foto belíssima na rede social sobre isso? Esta é a prova social que você precisa para seu negócio funcionar no Instagram. Ao ver algo assim acontecendo com sua empresa, aproveite: mande uma mensagem direta para seu cliente, peça permissão para repostar a foto dele. Pra quê fazer isso? A prova social é a melhor forma de “provar” que seu cliente usa, gosta, aprova seu produto/serviço.

Crie sua nova Vitrine no Instagram

Com o novo recurso do Instagram shopping, você pode marcar produtos com uma guia “Comprar” no perfil de forma simples (tão simples quanto marcar uma pessoa) desde que um catálogo de produtos esteja conectado à conta. Para quem navega, os compradores, as marcações de publicações de compras permitem fácil acesso às informações dos produtos marcados, como descrição do produto, valor e link direto para comprá-lo.

Você já começou a utilizar esse novo recurso? Conte pra gente a sua experiência!

 

Veja como criar relacionamento e vender mais através das redes sociais com o e-book da OCA, clicando aqui.

 

 [/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

SOCIAL

Como o monitoramento de redes sociais impacta suas vendas?

Você já sabe que o monitoramento de redes sociais ajuda no relacionamento entre marcas e clientes, mapeia usuários com problemas para atendimento e identifica o que seu consumidor pensa sobre a marca e seus produtos. Mas será que as informações retiradas das redes sociais conseguem impactar diretamente o aumento das suas vendas? Confira o texto e descubra como vender mais usando as redes sociais.

 

Saiba identificar oportunidades de negócios:

As oportunidades ocorrem para quem está atento a elas, isso é fato. Quando você monitora as redes sociais, sua empresa tem acesso a uma série de argumentos para aumentar suas vendas como dúvidas dos clientes, diferenciais que eles procuram, soluções que ainda não encontraram, e por aí vai.

Basta para aproveitar esses insights e desenvolver produtos e serviços que sejam adequados a essas necessidades. Se ficar em dúvida em relação a algum ponto, pergunte ao cliente. Diga-lhe que deseja ofertar a melhor solução do mercado, mas que precisa entender em profundidade o problema que ele tem para que possa trabalhar sobre ele.

 

Obtenha informações sobre pontos de vendas:

Se você comercializa seus produtos através de pontos de venda e deseja saber como andam as vendas por lá, é possível monitorar o nome do local, os produtos vendidos ou serviços prestados e assim obter informações importantes para melhorar este ponto de contato com o seu cliente, potencializando as vendas.

 

Verifique a repercussão de promoções:

Quando você lança uma promoção na sua loja, uma boa maneira de acompanhar a repercussão dela é verificar o que está sendo comentado nas redes sociais. Através do monitoramento você sabe a opinião dos consumidores sobre quais produtos são mais baratos, quais são mais desejados, e quais não fazem tanta diferença para os clientes, podendo dimensionar suas próximas ações com muito mais eficácia. Ao compreender exatamente o que o seu cliente está buscando você direciona suas ofertas para que ele se sinta privilegiado e faça melhores e maiores compras.

 

Identifique influenciadores e aproveite-os:

Influenciadores são aqueles clientes que fazem a cabeça dos demais, seja com opiniões positivas ou negativas. Identificar um influenciador permite que você aproveite o dom da palavra dele para divulgar ainda mais sua marca e obter mais clientes sem um investimento alto.

Os bons influenciadores são pessoas que têm uma empatia muito grande com a sua empresa e possuem histórias positivas a serem contadas, e você não pode deixar isso escapar. Pedir depoimentos, colocá-los como aliados em campanhas, mostrar a outros clientes como sua empresa é vista por essas pessoas, a torna mais próxima e bem quista.

Quando identificar um influenciador negativo, procure saber o que causou esse desagrado, como sua empresa pode mudar essa história e, obtendo sucesso, utilize este pequeno fracasso para mostrar que sua empresa está atenta aos seus consumidores e preza pela satisfação de todos.

Com histórias bem-sucedidas e recomendações que não podem ser negadas, suas vendas certamente vão disparar!

O monitoramento de redes sociais permite que sua empresa esteja sempre um passo à frente e possa usar o conhecimento adquirido para direcionar suas estratégias de marketing e vendas de maneira mais assertiva, conferindo maior sucesso para sua empresa!